Textos



Vontade de Votar
Gostava de votar só a cada quatro anos e já ia com preguiça, depois de semanas irritantes das propagandas eleitorais no rádio e na TV, onde os mentirosos profissionais se alternavam garantindo a solução de nossos problemas seculares em seus efêmeros mandatos... Será que é por isso a reincidente tentativa de reincidência deles? Seria a duração de seus mandatos muito curta para resolver qualquer coisa, à exceção de seus próprios problemas e da reeleição?

Meio amargo, né? Me desculpe. É sinal desses tempos de total descrédito da classe política e isso só favorece o pior deles, que se valem dos discursos de antítese para tentar se distinguir – tão falsamente – de todos os demais e é isso que nos deixa assim, meio desencorajados de exercer nosso direito civil de escolher nossos representantes.

Mas, neste ano, foi diferente: me deu vontade de votar.

Talvez por ser ele assim, tão anormal com pandemia, isolamento, medo, e essa guinada horrorosa que o mundo deu à direita, derrubando, na curva, um bocado de bom senso e inteligência e chacoalhando tudo até trazer à tona todo o tipo de sandice, obscurantismo, preconceito e arrogância. E, o que é pior, levando dois grandes representantes desse caldo à gestão da maior potência do mundo e do meu Brasil, tão amado, salve, salve.

Mas o mais provável, mesmo, para justificar essa minha inédita vontade de votar fora de hora é que eu queria ter feito parte dessa linda festa da democracia e, mais ainda, dessa memorável surra que os eleitores deram nos indicados do capitão.

Não me iludo. Sei que esse resultado foi um alerta e ele já deve estar se movimentando, certamente, com uma tática melhor do que a de apenas acusar de fraudulentas as apurações, para evitar a mesma sorte de seus indicados e, também, de seu ídolo laranja lá das gringas.

É... Lembrar disso matou a charada: foi mesmo a surra e, quer saber? Acho que eu queria ter votado lá nos States, também.

Chega logo, 2022!

 
Texto publicado na minha coluna semanal do jornal Alô Brasília.
Veja no jornal acessando:
https://alo.com.br/impresso/qui-19-11-2020/
Estou na página 7, Cultura e Lazer, embora seja um texto político.
Nena Medeiros
Enviado por Nena Medeiros em 19/11/2020


Comentários