Textos




As Estações de Brasília


Brasília não conhece as quatro estações do ano. Ao contrário, na capital federal existem duas temporadas: chuva e seca. A primeira nos faz mofar de meados de setembro até a primeira quinzena de março, a segunda, resseca tudo na outra metade do ano. Faltando algumas semanas para o término de cada uma delas, ansiamos desesperadamente pela próxima.

Uma visão um pouco mais romântica de Brasília, pode dividir o ano em temporada das paineiras, que começam a colorir a cidade em março e vão até maio. Em seguida, árvores completamente desfolhadas se enchem de belas flores arroxeadas, amarelas, rosadas e brancas. É a estação dos Ipês, de junho até os fins de setembro. Com a chegada das chuvas, tem início a exuberante sinfonia das cigarras. Nativas do cerrado, elas se adaptaram tão perfeitamente à vegetação importada na construção da cidade que se proliferaram descontroladamente, oferecendo um espetáculo, às vezes ensurdecedor e até irritante, mas definitivamente fascinante.

Quando elas começam a se calar, temos a explosão dos Flamboyants com suas muitas cores espalhadas quase ao chão. O ano se encerra florido e verdejante, com grama e árvores folhadas para todo lado e assim permanece por todo o período das chuvas. Quando este vai se encerrando, os dias são lindos, com o céu de um azul intenso e
profundo e pores de sol fascinantes, muito vermelhos, sempre emoldurados por nuvens que parecem posar para as fotos.

Brasília não conhece as quatro estações do ano. Mas, primavera, verão, outono e inverno existem também por aqui. São horários do dia: em qualquer época do ano, as madrugadas invernais são seguidas por manhãs frescas e primaveris que conduzem a tardes de calor veranil. O anoitecer traz um friozinho outonal que nos conduz à preguiça de frutas maduras no pé.


*****
Este texto faz parte do Exercício Criativo - As Quatro Estações
Saiba mais, conheça os outros textos:
http://encantodasletras.50webs.com/quatro_estacoes.htm

Imagem daqui.
Nena Medeiros
Enviado por Nena Medeiros em 03/07/2009
Alterado em 29/08/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários