Textos

Metamorfose

Feia, triste e bem careta
Foi se esconder num casulo
E amanheceu borboleta

Todo dia cedo ela reclamava
Essa vida é dura e é chata demais
Eu sou muito feia, vivo me arrastando
Ah! Como eu queria ser linda e voar
 
Feia, triste e bem careta
Foi se esconder num casulo
Amanheceu borboleta
 
Mas um belo dia algo aconteceu
A triste lagarta transformou
Dentro de um casulo adormeceu
E uma borboleta ela virou
 
Feia, triste e bem careta
Foi se esconder num casulo
Amanheceu borboleta




Este texto faz parte do Exercício Criativo - Mudança Radical
Saiba mais, conheça os outros textos:
http://encantodasletras.50webs.com/mudancaradical.htm
Foi escrito para a melodia criada por Lula Canário, inspirado  no poetrix Transmutação, publicado neste Recanto das Letras em 03/12/2009.
Esta música faz parte do CD infantil A VIagem de Vera.
Conhece mais sobre este projeto: www.aviagemdevera.com.br.
Nena Medeiros e Lula Canário (melodia)
Enviado por Nena Medeiros em 06/11/2017
Alterado em 12/11/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Peço citar a autoria "Nena Medeiros" e o endereço do texto.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários