Textos



Saudade

Cercada aqui de tudo que me faz lembrar você
Tropeço a todo instante em sua ausência tão presente
E, em meio à angústia que a sua saudade me provoca
Em vão, procuro uma razão, ou um porquê

Por que você se foi, sem me pedir licença ou bênção?
Contrariando toda a lógica que mandava me esperar
Pra que a pressa? Furar, assim, a fila natural da vida?
Num só suspiro, me deixou sem ar, sem chão

Sei que o tempo com seus emplastros de vivência
Dará um jeito nessa dor que me consome
Em algum momento ela será suave, mansa
Mas, até lá, penso na morte com frequência

Será que é bom morrer e vê-la novamente?
Mas, só a Deus cabe escolher a hora certa
De deixar este plano e aos que eu amo
Então espero, confesso, impacientemente.

 
Este texto faz parte do Exercício Criativo - Será que É Bom Morrer
Saiba mais, conheça os outros textos:
http://encantodasletras.50webs.com/seraqueebommorrer.htm
Nena Medeiros
Enviado por Nena Medeiros em 08/05/2017
Alterado em 08/05/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Peço citar a autoria "Nena Medeiros" e o endereço do texto.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários