Textos



A Sacada da Sacada

 
Não sei porque parecia
Ser uma grande sacada
Naquela noite tão fria
Fazer amor na sacada

O vento nos castigava
Pelas frestas da murada
Eu tossia, espirrava
Nua, na noite gelada

Se era ruim, piorou
Ficou bem mais complicada
Pois a vizinhança filmou
Nossa farrinha safada

No jornal, dia seguinte
Nossa foto estampada
Julgavam ser um acinte
Nossa maior trapalhada
 
Este texto faz parte do Exercício Criativo - A Sacada
Saiba mais, conheça os outros textos:
http://encantodasletras.50webs.com/asacada.htm
Nena Medeiros
Enviado por Nena Medeiros em 24/08/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Peço citar a autoria "Nena Medeiros" e o endereço do texto.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários